tv fphand 24h

espaco

oakun brothers shoesseabago boat shoesmuzina shoesnike hyper fly shoesakademik footwearblue nuetralizer shoeskeens shoes on salebuy bally shoesshoes dutchall about bicycle shoessalomon and shoesfounder of nike shoesdeluxe x10 t-rex shoesshoes for planter fasciitispink nike running shoesblossom keds shoes
payday loan settlementloan payoff timesilent loanloans up to 5000types construction loansneed a loan nowrehabilitated loanfind loan sharksprimero home loansicklerville car loanfdic loan auctionsquicken loans areangoverment energy loansbest construction loanssuit student loanpayday loan interestcenlar loan presidentcommunity express loansgmc loan terrainconstruction mortgage loans

Em bate papo exclusivo, árbitro Adriano Rocha comemora o bom momento do Handebol brasileiro

arochaPor: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Com uma vasta bagagem em jogos de Handebol no Brasil, o árbitro Adriano Rocha parte para mais uma jornada fora do país. Ao lado do também árbitro e companheiro Daniel Magalhães, ele representa o Brasil no Pan-Americano Júnior Masculino e no Sul-Americano adulto feminino, ambos com sede em Mar del Plata, na Argentina, torneios que começam nesta segunda-feira (18) e terça-feira (19), respectivamente.

Antes do embarque, porém, Adriano bateu um papo com o portal da FPHb pra falar sobre o Acampamento nacional em que participou na cidade de Blumenau/SC, e as expectativas para os dois torneios no país vizinho. Confira abaixo:

- Qual balanço você faz do acampamento nacional de Blumenau, em relação à troca e aprendizagem com os jovens futuros da modalidade?

O acampamento é um excelente projeto, pois nos proporciona uma troca de experiência muito rica com os futuros atletas com potencial olímpico, e com os treinadores de todo o Brasil. O Acampamento é coordenado pelo Técnico da seleção Adulta Jordi Ribera, um excelente profissional, com uma visão muito ampla para o futuro do handebol nacional.

- E a convivência com o Jordi Ribera (técnico da seleção masculina)?

Já tivemos em outros Acampamentos com o Jordi, e ele sempre nos apoiou e ajudou muito durante a nossa estadia no evento. Com vídeos editados, com reuniões com os treinadores e com conversas apos os jogos, proporcionando uma troca de experiência fantástica. O acampamento desse ano foi muito bem organizado e teve uma evolução maravilhosa, pois teve a participação de treinadores, Árbitros e atletas de todo o Brasil.

- Como foi a rotina dos árbitros em Blumenau?

A arbitragem teve um destaque maior ainda, pois essa foi a primeira edição do acampamento em que teve a participação de arbitro de Alagoas, Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Durante a semana tivemos a oportunidade de atuar nos jogos, no dia seguinte tínhamos a edição dos jogos para analisarmos as atuações e procurar sempre aprimorar a nossa arbitragem.

- Qual aprendizado um acampamento como este agrega pra você?

Diariamente realizamos reuniões com nossos Coordenadores de Arbitragem Salvio Sedrez e Esilo de Mello. Nossa estadia no acampamento foi maravilhosa, tivemos a oportunidade de conviver com os futuros atletas e treinadores do Brasil, e isso é muito bom para nós de São Paulo e para toda a arbitragem do Brasil.

- As boas apresentações das nossas seleções adultas, masculina e feminina, tem se tornado um divisor do esporte praticado por aqui perante o mundo em relação a respeito. Em que isso afeta positivamente a arbitragem brasileira?

A arbitragem ganha muito com essa evolução dos atletas tanto aqui no Brasil como fora. Pois cada vez mais nós árbitros estamos elevando o nível de preparação tanto na parte física como intelectual. Quando vamos participar de uma competição internacional, Somos avaliados através de testes Físico, Teóricos e Práticos. Os resultados conquistados por nossas seleções contribuem diretamente com a arbitragem Nacional, Pois cada vez mais temos oportunidades de mostrar que a arbitragem Brasileira esta entre as melhores do mundo. Um exemplo recente foi a Dupla Rogerio Pinto e Nilson Menezes também de São Paulo que atuaram no mundial Adulto Masculino na Espanha.

- Qual um aspecto principal para se tornar um árbitro de alto nível?

Hoje o arbitro que almeja uma carreira internacional tem que ter uma rotina igual a um atleta profissional da modalidade, pois o jogo de handebol esta cada vez mais rápido e dinâmico. Atletas e arbitro chegam a percorrer mais de 5 km por partida, ou seja, a participação do arbitro é fundamental para o desenvolvimento do espetáculo.

- Vocês partem para o Pan Junior Masculino e Sul-Americano adulto feminino. Fale sobre as expectativas que cercam a participação de vocês nesses torneios.

Estamos muito felizes de participar de mais um evento desse porte, Será a nossa quarta competição internacional.



Adicione esta página... .

PARCEIROS
parceiro1    parceiro2     parceiro3 logo solumax2