tv fphand 24h

espaco

oakun brothers shoesseabago boat shoesmuzina shoesnike hyper fly shoesakademik footwearblue nuetralizer shoeskeens shoes on salebuy bally shoesshoes dutchall about bicycle shoessalomon and shoesfounder of nike shoesdeluxe x10 t-rex shoesshoes for planter fasciitispink nike running shoesblossom keds shoes
payday loan settlementloan payoff timesilent loanloans up to 5000types construction loansneed a loan nowrehabilitated loanfind loan sharksprimero home loansicklerville car loanfdic loan auctionsquicken loans areangoverment energy loansbest construction loanssuit student loanpayday loan interestcenlar loan presidentcommunity express loansgmc loan terrainconstruction mortgage loans

Juvenil

Também no Juvenil Masculino Pinheiros e Vegus fazem a final

28 Nov 2016 |

Também no Juvenil Masculino Pinheiros e Vegus fazem a final

Com a vitória contundente - 33 a 26 - do Pinheiros sobre a Metodista no segundo jogo do match semi final do Campeonato Paulista Juvenil Masculino, o Esporte clube Pinheiros, que havia empatado no Baetão em 28 gols, Com esta vitória... Leia mais

Após primeira rodada das semi, Vegus/Guarulhos sai em vantagem

11 Nov 2016 |

Após primeira rodada das semi, Vegus/Guarulhos sai em vantagem

Terminada a primeira rodada das semi-finais do Campeonato Paulista Junior Masculino, a equipe do Vegus/Guarulhos/Trave Quadrada sai na frente na briga por uma vaga nas finais. Após o empate na noite de quarta-feira no Baetão, entre Metodista e Pinheiros -28... Leia mais

Pinheiros bate Hebraica e conquista bicampeonato do Juvenil Masculino

Em um jogo bastante disputado e com casa cheia, o Pinheiros venceu em casa a Hebraica por 26 a 24 nesta terça-feira em confronto válido pelo jogo 3 do Campeonato Paulista Juvenil Masculino. Com o resultado, o time pinheirense se sagrou bicampeão estadual (o time também conquistou o título em 2010), enquanto a Hebraica ficou com a prata.

O jogo já prometia bastante desde o começo. Além do equilíbrio entre as equipes, a rivalidade se acirrou bastante neste playoff decisivo. Invicto até o jogo 1 da final, o Pinheiros, que não havia perdido nenhuma das 17 partidas que havia feito até então. Os próprios duelos diretos apontavam vantagem absoluta para Pinheiros (três vitórias em três jogos).

VEJA TAMBÉM:
Galeria de fotos do jogo 3 da final do Juvenil Masculino entre Pinheiros e Hebraica

O jogo 2, porém, mudou isso: além da derrota para a Hebraica, o confronto quase terminou em briga. Segundo os pinheirenses, um jogador da Hebraica teria provocado os adversários após a inesperada vitória. Os jogadores bateram boca, mas nada mais grave aconteceu. A única coisa que poderia ser afirmada é que o próximo encontro já estava marcado.

A rivalidade também foi grande na arquibancada, já que os clubes são próximos (separados por apenas uma rua). A Hebraica quase dividiu o ginásio e por vezes fazia mais barulho que os donos da casa, que respondiam à altura. Foram muitas as provocações e incentivos de lado a lado, mas nada aconteceu. O clima era semelhante a uma decisão de futebol.

A Hebraica tentou surpreender o Pinheiros e partiu para cima logo no começo do jogo 3 da final do Juvenil Masculino. Crédito: Marcio Hasegava

A Hebraica tentou surpreender o Pinheiros e partiu para cima logo no começo do jogo 3 da final do Juvenil Masculino.
Crédito: Marcio Hasegava

Dentro de quadra, o que se viu foi uma Hebraica disposta a surpreender novamente o Pinheiros. Desde o início, a equipe amarela partiu para cima, abrindo uma vantagem que variou de dois a três gols até a metade do primeiro tempo. O time da casa, porém, conseguiu segurar o ímpeto inicial dos visitantes e foi diminuindo gradativamente a diferença.

A partir dos 20 minutos, porém, o Pinheiros começou a tomar conta do jogo. O time azul empatou a partida e a Hebraica, embora ainda conseguisse ficar um tento a frente em alguns momentos, sofria cada vez mais no ataque e na defesa com a pressão do rival. Por volta dos 25 minutos, Pinheiros virou e abriu dois gols de diferença antes do intervalo: 15 a 13.

Após segurar o ímpeto inicial da Hebraica, Pinheiros tomou o controle do jogo 3 da final do Juvenil Masculino. Crédito: Marcio Hasegava

Após segurar o ímpeto inicial da Hebraica, Pinheiros tomou o controle do jogo 3 da final do Juvenil Masculino.
Crédito: Marcio Hasegava

O início do segundo tempo foi bastante parecido com o começo da etapa inicial. A Hebraica partiu para cima logo de cara e por volta dos sete minutos já havia empatado o jogo. A equipe, porém, não conseguiu mais passar a frente no placar. Pinheiros conseguia segurar a igualdade – resultado que lhe daria o título – e ainda manter vantagem nos contra-ataques.

Com o apoio de sua torcida, que gritava "Eu acredito" (tradicional canto entoado também em estádios de futebol), a Hebraica continuou pressionando, mas o cansaço dos atletas pesava mais a cada minuto. Também começou  prevalecer a melhor qualidade técnica do Pinheiros, que teve mais frieza e precisão nas jogadas decisivas, algo que faltou ao adversários.

Mesmo sem desistir até o fim, a Hebraica viu a torcida pinheirense explodir após o apito final: 26 a 24. Sob aplausos de seus torcedores – a torcida de Pinheiros eufórica pelo título e a da Hebraica orgulhosa da garra de seu time –, as equipes foram saudadas e premiadas por um dos melhores jogos em quadras paulistas nesta temporada.

No fim, quem comemorou foi o Pinheiros, que bateu a Hebraica e ficou com o bicampeonato do Juvenil Masculino. Crédito: Marcio Hasegava

No fim, quem comemorou foi o Pinheiros, que bateu a Hebraica e ficou com o bicampeonato do Juvenil Masculino.
Crédito: Marcio Hasegava

Curta nossa página no Facebook!
Siga a FPHand no Twitter: @fphand



Adicione esta página... .

PARCEIROS
parceiro1    parceiro2     parceiro3 logo solumax2